terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Existe homem lésbico?

Sim, é o habitante da ilha de Lesbos, na Grécia. Lesbos é a terceira maior ilha grega, localiza-se no Nordeste do Mar Egeu. O natural dessa região é o lésbico ou lésbica, palavra que ganhou o sentido de homossexual feminino em português e diversas outras línguas: em espanhol, lesbiana; em inglês, lesbian; lesbienne em francês; lesbier em alemão. A origem vem da antigüidade grega, na ilha já referida, quando a poeta Safo escrevia contos eróticos homossexuais femininos. Seus contos estigmatizariam até hoje Lesbos, que recebe milhares de casais lésbicos, principalmente turistas. O nome da escritora deu origem ao verbete "sáfico", que também significa homossexual feminino.

Protesto contra sentido ofensivo da palavra lésbica: "Yes, lesbians do marry the opposite sex" - Sim, lésbicos se casão com o sexo oposto.

Para os lésbicos (que fique bem claro, os habitantes de Lesbos), o significado que a palavra ganhou é preconceituoso aos cidadãos. Em junho de 2008 moradores da ilha fizeram um protesto para que o significado da palavra fosse apenas o adjetivo pátrio da região, a manifestação ganhou repercussão mundial. Em julho do mesmo ano o tribunal grego rejeitou a solicitação de moradoras para que a palavra fosse impedida de ser usada na acepção julgada preconceituosa. Difícil extirpar algo tão enraizado na nossa cultura desde há vários séculos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário